Ilha de S. Tomé: viagem pela paradisíaca ilha do Golfo da Guiné
África Central

779.00834.00

  • Data prevista: 26 novembro a 3 dezembro 2022
  • Duração: 7 dias
  • Preço total: 1379,00€
  • Preço reserva: 779,00€
  • Data limite de inscrições: 06 novembro 2022 | o valor remanescente será solicitado em outubro de 2022

Possibilidade de extensão do programa à ilha do Príncipe, de mais 2 dias (para mais informações, contactar diretamente o back-office quero-ir@borealis.pt).

Limpar

Programa

A singularidade inóspita da cadeia de ilhas e ilhéus em pleno oceano Atlântico sobre a linha imaginária do equador, cenários de beleza estonteante, com as suas lagoas exóticas, as exuberantes florestas tropicais e as praias paradisíacas, o legado histórico e as suas roças de cultivo de café e cacau, a vida “leve-leve” das ilhas, a sustentabilidade ambiental e progresso das populações locais. 

Prepare-se para uma viagem de 8 dias num dos mais épicos cenários naturais da África Central – a ilha de S. Tomé. Num arquipélago de origem vulcânica, constituído ainda pela ilha do Príncipe e por uma dezena de ilhéus, onde o verde da paisagem selvagem cruza-se com o azul do oceano Atlântico sobre a linha imaginária do equador. Na verdade, o arquipélago é por muitos considerado como o paraíso no equador. O ímpeto da viagem centra-se na ilha de S. Tomé e ilhéus periféricos, com oportunidade de explorar a ilha de Príncipe (extensão ao programa base). A tropicalidade dos cenários naturais e o ritmo de vida “leve-leve” das populações locais reforçam a magia da experiência, onde tudo é verde, fértil e exuberante. As ilhas abrigam uma biodiversidade invejável – desde as flores exóticas que florescem até à nidificação das tartarugas marinhas –  reconhecidas como reserva mundial da Biosfera UNESCO, destacando-se por ser a primeira reserva africana a integrar a rede mundial da biosfera e costeira – o que confere que relação entre o homem e a natureza é sustentável. O motor da economia prende-se em grande parte com o café, cacau, cana-de-açúcar, bananas e madeira; pelo que será possível visitar as antigas roças de cultivo de café e cacau, que definem a paisagem e constituem o símbolo identitário do povo e do seu legado histórico. As florestas primitivas, de vegetação exuberante, e as praias paradisíacas, de areias douradas e águas cristalinas mornas de tons que variam entre turquesa e safira, são dois dos principais enfoques desta viagem de sonho. Prepara-se também para imergir na riqueza cultural contagiante, da rica gastronomia, do artesanato local e da calmaria das comunidades piscatórias, e claro, conectar-se e contribuir para a sustentabilidade e responsabilidade social. 

Itinerário

Dia 1,  Ilha de S. Tomé (chegada) e city trekking 26 nov


Dia de voo de ligação até à ilha de S. Tomé e transfer do aeroporto da ilha para o hotel. Note que o transfer será apenas um e em horário compatível com o voo de referência. Bem vindo ao país do “leve-leve”. Aqui tem início a aventura Borealis.

Dia dedicado a descobrir os encantos da cidade de S. Tomé. Prepara-se para contemplar os seus monumentos e edifícios emblemáticos. O cacau e o chocolate são o mote da próxima paragem numa famosa fábrica de chocolate da cidade, a Claudio Corallo. E não só, prepara-se ainda para explorar o mercado do peixe, um dos centros nevrálgicos da labuta diária são-tomense bem como, vislumbrar um pouco do artesanato e vida artística inspiradora da cidade.

Refeições: Almoço incluído (sem bebidas).

Dormida: hotel em S. Tomé.

Dia 2, Excursão ao Sul (São João dos Angolares) 27 nov


Dia de rumar ao Sul da ilha, para desfrutar as praias paradisíacas da ilha, como Sete Ondas e Micondó, de areia dourada e águas cristalinas; e ir a banhos nas praias de Inhame e Piscina. Visita às antigas roças de cultivo, como a Água Izé, S. João dos Angolares e Porto Alegre. Observação das paisagens florestais e vulcânicas, como o Pico do Cão Grande e das plantações das prestimosas palmeiras de azeite ou óleo de palma. Destaca-se a passagem pela Boca do Inferno, património geológico, envolto em lendas onde reza a história de um cavaleiro que entrava nessa boca com o seu cavalo e saía na boca de inferno de Cascais, Portugal. Passagem e visita a cidades e vilas pitorescas que encontraremos no percurso, como Santana, Angolares, do rio Malanza.

Regresso ao hotel.

Refeições: Almoço incluído (sem bebidas).

Dormida: hotel em S. Tomé.

Dia 3, Trekking Lagoa Amélia (e Parque Natural Obô) 28 nov


Dia dedicado à natureza e trekking, com o ex-libris da Lagoa Amélia, formada numa antiga cratera do vulcão que originou a ilha! O dia surpreende com a visita ao Jardim Botânico Bom Sucesso, a 1465 m de altitude. Aqui, poderá encontrar um herbário com mais de 1000 amostras de plantas, incluindo espécies endêmicas. Um admirável jardim, onde se destacam os gingers gigantes, as 35 diferentes espécies de orquídeas e a multiplicidade de flores exóticas, como a rosa vermelho-alaranjada, o bico do papagaio e a begônia gigante. Depois, espera-nos o trekking na 

na floresta tropical do Parque Natural Obô, mergulhando na floresta primitiva, com as suas árvores gigantes. Um percurso de biodiversidade único, com muitas espécies endémicas e até raras, até à Lagoa Amélia, cercada por petúnias gigantes com flores, a mais de 2 metros de altura. Um extraordinário ecossistema, onde poderá observar libélulas, borboletas, pássaros e até espécies endémicas de rãs! A maioria dos rios da ilha têm a sua origem na Lagoa Amélia.

Refeições: Almoço incluído (sem bebidas).

Dormida: hotel em S. Tomé.

 

Altitude: 1460 metros | Nível de dificuldade: médio | Duração: cerca de 5 horas

Dia 4, Rota do Cacau (Mucumbli) 29 nov


Neste dia rumamos ao Norte. Dia de explorar as roças do Norte da ilha, como a da Bela Vista, Ponta Figo e Monte Forte, Diogo Vaz e ainda, a Agostinho Neto, a maior roça do país. Visita ao cais de Fernão Dias, onde teve lugar o Massacre de Batepá, em 1953. Tempo para banhar-se na Lagoa Azul e visitar o Farol da Lagoa Azul. Paragem obrigatória em Anambó, onde está o Padrão dos Descobrimentos; local onde desembarcaram, a 21 de dezembro (dia de São Tomé) de 1470, os navegadores portugueses João de Santarém e Pêro Escobar. Passagem por belas cidades e vilas pitorescas, como Santo Amaro, Guadalupe (capital de distrito de Lobata) e Santa Catarina. Observação da maior ponte do país, no rio Lembá.

Refeições: Almoço incluído (sem bebidas).

Dormida: hotel em S. Tomé.

Dia 5, Ilhéu das Rolas 30 nov


Este dia será dedicado ao ilhéu das Rolas. Fica apenas a 15 minutos de barco de S. Tomé, é um paraíso com 200 hectares e 170 pessoas. Observar golfinhos no mar pode ser uma agradável surpresa na viagem. Trekking a explorar o ilhéu é obrigatório, com possibilidade de usufruir de praias inóspitas, como a praia Café e Tambor. 

Destaca-se um dos pontos altos do dia, a visita ao Padrão do Equador, erigido em 1936, que assinala a passagem da linha imaginária equatoriana que separa o hemisfério norte do hemisfério sul e atravessa o centro da Terra a uma latitude de zero graus. 

Refeições: Almoço incluído (sem bebidas).

Dormida: hotel em S. Tomé.

Distância: 6,1 km

Dificuldade: 2 – Fácil

Altitude máxima: 80 m

Acumulado ascendente: 173 m

 

Dia 6, Ilhéu das Cabras (em canoa) 1 dez


Dia de viagem até ao porto de Morro Peixe, uma referência a nível nacional na proteção e conservação de tartarugas marinhas. Daqui partiremos em canoa em direção ao ilhéu das Cabras. Localizado junto à costa norte da ilha de S. Tomé, este pequeno ilhéu não é habitado e é visível da cidade de São Tomé. Tem um farol. Possibilidade de explorar a fauna aquática. 

Refeições: Almoço incluído (sem bebidas).

Dormida: hotel em S. Tomé.

 

Dia 7, Responsabilidade social ou extensão ao Príncipe (Chegada) 2 dez


O penúltimo dia do programa base, na ilha de S . Tomé, é dedicado a uma causa maior, de responsabilidade social. Um projeto local que nos irá merecer o nosso contributo e tempo.

Refeições: Almoço incluído (sem bebidas).

Dormida: hotel em S. Tomé.

 

Dia 8, Dia livre; São Tomé (Partida)


Dia livre para aproveitar as belas praias e a despedida da ilha.

Transfer para o aeroporto e voo de ligação para Lisboa no fim do dia. 

Fim do programa base.

O que incluímos

O que está incluído:

Itens que estão incluídos no preço do evento

  • O programa especificado
  • Acompanhamento pelos guias Borealis
  • Transportes dedicados ao programa definido, incluindo transfers aeroporto-hotel para os voos de referência 
  • 7 noites de alojamento em hotel, em quarto duplo ou triplo, com pequeno almoço incluído (menos 1 noite prevista para quem opte pela extensão a S. Tomé)
  • 7 almoços incluídos (sem bebidas)
  • Taxas turísticas
  • Seguro acidentes pessoais + assistência em viagem (de acordo com artigo 27.º do DL 108/2009)
  • Seguro de responsabilidade civil (de acordo com artigo 27.º do DL 108/2009)
  • Álbum digital partilhado do evento

O que não está incluído:

Itens que não estão incluídos no preço do evento

  • Gratificações ou outros contributos
  • Alimentação e refeições não mencionadas.
  • Extras e opções enunciados
  • Voos de ligação Portugal – S. Tomé

O que deve levar

  • Passaporte com validade no mínimo de 6 meses
  • Boletim de vacinas em dia (tétano, hepatite, etc.). Não há requisitos específicos e obrigatórios de vacinação
  • Botas de trekking
  • Roupa confortável e adequada ao clima
  • Roupa e kit de higiene pessoal para os dias do evento
  • Reforços energéticos e alimentação
  • Cantil/garrafa água
  • Caneca para beber chá (por questões ambientais, não fornecemos copos)
  • Mochila de pequenas dimensões para levar itens essenciais no trekking
  • Conheça as dicas Borealis de material e alimentação para atividades na natureza

Extras e opções

A Borealis está disponível  para adicionar serviços adicionais ao programa base, com um suplemento extra associado, de forma a simplificar a organização da sua viagem e a maximizar a sua experiência na natureza, como:

  • Seguro de viagem PVFM (+55eur/pax)*
  • Voos, condições especificados no respetivo separador

Para tal, basta que indique no momento da reserva a sua pretensão.

* Para consultar as condições do seguro de acidentes pessoais e assistência em viagem PVFM, clique aqui.

Nota: A estadia em quarto single está sujeita a confirmação de disponibilidade; pelo que um dos membros da nossa equipa irá entrar em contacto. O respetivo suplemento será solicitado no dia do evento.

Voos

Os voos de referência da Borealis são os seguintes:


PARTIDA | 26/11/2022
Lisboa – São Tomé (Euroatlantic)

Lisboa (LIS) 00:05São Tomé (TMS) 06:20


REGRESSO | 03/11/2022
São Tomé – Lisboa (TAP)

São Tomé (TMS) 22:00   Lisboa (LIS) 04:40(+1)


Note que os transferes de aeroporto/hotel incluídos no programa são para os voos de referência Borealis.

O programa tem início no dia 1 da expedição (26 novembro 2022), às 6h30 horas locais – no aeroporto de São Tomé, onde os membros da nossa equipa estarão à sua espera. O programa termina no aeroporto de São Tomé no dia 8 (03 dezembro 2022), pelas 20h00 locais. A Borealis disponibiliza transfer para o aeroporto de São Tomé, em horário a definir.

O voo não está incluído no preço da viagem e a sua aquisição é da responsabilidade de cada um. 

Atualmente, a oferta online de ferramentas de pesquisa e reserva de voos é imensa, com tarifas competitivas, pelo que poderá optar por essa via para a aquisição de voos de forma independente e conforme as necessidades específicas.

A Borealis não dispõe de serviço interno de reserva de voos. No entanto, se pretender adquirir os bilhetes de avião através de uma agência, recomendamos a nossa parceira BeReady, que garantirá a compra e gestão da reserva em conformidade com os requisitos do programa. Para tal, confirme essa opção no formulário de compra da viagem Borealis.  

Note que só deverá adquirir os voos quando a viagem estiver confirmada pela Borealis, ou seja, quando estiver garantido o número mínimo de participantes para a mesma se realizar. Assim, após inscrição, deverá aguardar pelo email com a confirmação da viagem, que será enviado logo que se cumpra o requisito do nº mínimo do grupo, com a indicação de que já poderá proceder à reserva dos voos.

Condições da reserva

  • A validação da reserva está sujeita a confirmação do pré-pagamento, correspondente ao preço anunciado de reserva, cujas instruções de pagamento por referência bancária serão emitidas após confirmar a reserva on-line. O prazo limite de pagamento é de 48 horas
  • No caso de realizar inscrições múltiplas, indique no momento finalizar reserva os dados pessoais do(s) participante(s) que pretende inscrever
  • Se o pagamento não for realizado no prazo definido, a sua reserva é automaticamente cancelada sendo notificado via e-mail. A sua reserva fica assim disponível para futuras reservas
  • Inscrições limitadas
  • A realização desta atividade está sujeita a um número mínimo de participantes
  • Consulte o nosso blog antes de ir para conhecer mais dicas, informações importantes e condições gerais de participação
  • Conheça em detalhe as regras de conduta nas atividades na natureza